Conheça 14 sintomas de que o açúcar está alto em seu corpo



O “nível de açúcar” é como é popularmente conhecida a quantidade de glicose presente na corrente sanguínea. Glicose essa que é a principal fonte de energia do corpo. Nós a consumimos através de alimentos e posteriormente ela é distribuída via sangue para todas as células do corpo.

A glicose alta, tecnicamente conhecida como hiperglicemia, ocorre quando existe excesso de açúcar no sangue, seja porque os receptores de insulina estão falhando (diabetes tipo 2), ou porque o corpo não produz quantidades suficientes de insulina (diabetes tipo 1);

A insulina é o hormônio responsável por jogar o açúcar do sangue para dentro das células do corpo.

Se o problema da hiperglicemia persiste por muito tempo, ela irá danificar permanentemente certas partes do corpo como os rins, vasos sanguíneos, nervos e olhos.

Nos diabéticos, os níveis de açúcar no sangue podem estar elevados devido a vários fatores diferentes, incluindo:

Tratamento de episódios de hipoglicemia (baixa de açúcar no sangue).


Falhar uma dose ou tomar a dose errada da medicação de diabetes.

Falta de exercícios.

Estresse.

Doenças como resfriado comum.

Desidratação.

Excessos, como lanches entre as refeições.

Certos medicamentos esteroides

Além disso, crianças e jovens também podem experimentar episódios pontuais de hiperglicemia durante surtos de crescimento.

Sintomas de açúcar elevador no sangue

O nível alto de açúcar no sangue não significa necessariamente que você tenha diabetes, mas é um dos sintomas da diabetes.

Em alguns casos, as pessoas com hiperglicemia não sentem quaisquer sinais do problema.

Esses são os sintomas mais comuns de açúcar elevado no sangue:

  • Micção freqüente (inclusive durante a noite).
  • Visão embaçada.
  • Dificuldade de concentração.
  • Boca seca.
  • Impotência.
  • Infecções recorrentes.
  • Cicatrização lenta de cortes e feridas.
  • Problemas de estômago.
  • Fadiga constante ou cansaço extremo.
  • Aumento da sede.
  • Pele seca e prurido.
  • Fome constante.
  • Ganho de peso ou de gordura abdominal em excesso.
  • Problemas de nervos.



Loading...

Comentar

doze − dez =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.